5 erros comuns com o uso de cadeira de rodas

As cadeiras de rodas são equipamentos muito importantes. O principal papel delas é possibilitar ou facilitar a locomoção de pessoas com deficiência, ou temporariamente incapacitadas.

Existem alguns tipos diferentes de cadeiras de rodas, cada qual com suas vantagens e desvantagens.

Cadeiras motorizadas e manuais

Os dois principais tipos de cadeira de rodas são: cadeira de rodas motorizada e cadeira de rodas manual.

Sendo que a diferença principal entre essas duas é basicamente o tipo de tração usada no movimento.

A cadeira manual precisa que o próprio usuário mova suas rodas, ou que outra pessoa a empurre.

Já a cadeira de rodas motorizada, tem tração própria e utiliza (na maioria dos modelos), energia elétrica para se movimentar, através de um controle que fica à disposição do usuário.

Como economizar com esse equipamento?

A cadeira de rodas usada pode ser um alternativa para quando não se quer gastar muito dinheiro, outra opção é alugar uma, se for necessário usá-la por pouco tempo.

A cadeira de rodas motorizada aluguel é comumente usada quando o usuário não tem força para movimentar uma cadeira manual sozinho.

Geralmente quando a pessoa tem paralisia corporal, deficiência nos membros superiores, ou quando é um usuário idoso, ao qual não convém fazer muita força.

E essa é uma das vantagens da cadeira de rodas motorizada: não requer força nenhuma para a locomoção.

Do mesmo jeito, não requer esforço físico, o que significa que o usuário não ficará enfastiado, ou molhado de suor pelo esforço.

Pode não parecer significante para alguém que não é cadeirante, mas subir uma rampa longa, ou uma ladeira, trajando roupas sociais, pode ser bem complicado. E ninguém quer ficar molhado de suor no trabalho o dia todo, por exemplo.

Dessa forma, muitas pessoas, visando essas vantagens, preferem a cadeira motorizada, quando para uso próprio.

A cadeira de rodas é um grande facilitador em lugares como hospitais.

Já a cadeira manual, é a grande preferida no caso de hospitais e outros estabelecimentos, como casas de repouso e enfermarias.

Principalmente pelo fato de elas serem rotativas, ou seja, não são para uso próprio, mas fica a disposição de quem precisar.

Como nesses casos, geralmente há uma pessoa acompanhando o paciente, idoso, ou pessoa debilitada que necessita da cadeira, a falta de motor não é um problema, já que o acompanhante pode empurrá-la.

Porém, não são só os estabelecimentos que optam pela cadeira de rodas manual, muitos cadeirantes também preferem esse modelo.

A grande vantagem do modelo manual é o custo, elas são bem mais baratas do que as cadeiras motorizadas, e exigem menos cuidados.

Existem ainda cadeiras de rodas específicas para algumas atividades, como banho, banheiro. Elas são usadas por cadeirantes, mas estão também muito presentes em hospitais. São geralmente leves, e impermeáveis, de fácil lavagem.

Os erros mais comuns com a cadeira de rodas

Sabendo um pouco mais sobre os tipos de cadeiras de roda existentes, vamos falar agora sobre os erros mais comuns no uso das cadeiras de roda.

1. Deixar a cadeira em exposição à chuva

Claro que às vezes é inevitável que a cadeira de rodas se molhe. Da mesma maneira que todos são pegos desprevenidos pela chuva, uma hora ou outra, o cadeirante também é.

E ainda em hospitais, hotéis e estabelecimentos que disponham de cadeiras de rodas, às vezes é inevitável que ela se molhe ao levar um paciente até seu carro no estacionamento, em um dia chuvoso, ou coisas do tipo.
Mas isso não é razão para deixar a cadeira de rodas a mercê do tempo. Ainda que o estofamento seja impermeável, ela possui partes metálicas que podem enferrujar. Por isso é importante deixá-la abrigada da chuva e secá-la bem, caso molhe.

2. Não trocar a coifa do joystick rasgada

A coifa é a proteção dos sistemas do joystick, se ela estiver rasgada pode entrar sujeira ou água que prejudicará o sistema.

O correto é fazer a manutenção com peças de reposição para cadeira de rodas ou levar em um lugar onde se faça conserto de cadeira de rodas.

3. Não fazer recargas de baterias

Recargas periódicas e cuidados com a bateria são muito importantes. Cada vez que a bateria descarregar totalmente, ela perde um pouco de sua vida útil, por isso é importante carregar todos os dias, mesmo que não haja uso.

Os terminais (bornes), da bateria devem estar sempre bem apertados também, pois a folga pode gerar oxidação.

4. Estar desatento aos freios

A regulagem adequada dos freios é extremamente importante, e pode evitar sérios acidentes.

5. Não fazer limpeza correta

Fazer a limpeza e manutenção de cadeira de rodas correta, verificando o assento, aros, e todas as partes da cadeira pode aumentar sua vida útil de maneira surpreendente – e evitar que você tenha que comprar logo novas peças para cadeira de rodas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *