5 alimentos que você não sabia que fazem bem à saúde

Na  era em que vivemos, a alta velocidade faz parte de todas as nossas atividades, inclusive em nossa alimentação.

Na correria do dia a dia, sempre estamos buscando pela alimentação mais rápida possível e isso implica na diminuição da qualidade desses alimentos.

Os chamados fast foods oferecem alimentos que por muitos são considerados saborosos, porém, estes alimentos não oferecem os nutrientes necessários para um bom funcionamento do corpo.

E pelo contrário, muitas vezes, o excesso de gordura, conservantes, entre outros ingredientes, acabam afetando nossa saúde de maneira negativa.

Por isso, mostra-se cada vez mais necessário que busquemos por ingredientes em nossa alimentação diária que se mostrem mais benéficos e que tragam impactos positivos ao nosso organismo.

Veremos agora, alguns alimentos muito benéficos ao nosso corpo e que, muitas vezes, são passados despercebidos pela maioria das pessoas. Continue sua leitura e vamos juntos conhecer esses alimentos.

1. Farinha de uva

Que a uva traz diversos benefícios à saúde, todos já sabem. Ela contém uma grande quantidade de vitaminas e minerais que trabalham em função de um organismo saudável e realmente nutrido.

Com a farinha de uva não é diferente. Os nutricionistas dizem que o alimento é extremamente versátil, uma verdadeira fonte de proteínas e fibras, sem glúten e também com substâncias como as antocianidinas e antocianinas que agem de forma positiva e eficaz contras as doenças cardiovasculares.

A farinha de uva é rica em polifenóis, auxiliando no combate do estresse oxidativo e inflamações, além disso também é eficaz na prevenção do câncer e envelhecimento das células. São produzidas a partir das cascas e sementes da fruta que é utilizada para a produção do suco concentrado.

Em síntese, podemos considerar os benefícios da farinha de uva:

  • Uma pele mais saudável;

  • Fornece energia;

  • Previne o diabetes;

  • Diminui os níveis de colesterol.

2. Oleaginosas

Talvez você já conheça o termo, mas de qualquer forma iremos explicá-lo aqui.

A palavra faz referência àqueles vegetais que, a partir deles, pode-se extrair óleo, mas, habitualmente, nós denominamos de oleaginosas as frutas que são compostas por uma externa casca rígida e uma semente normalmente comestível.

Então, dessas sementes que iremos tratar aqui: nozes e avelãs.

3. Nozes

Com certeza a mais popular dentre as oleaginosas, é também a que mais traz benefícios à saúde. Ela é fonte rica de ácidos graxos do tipo ômega 3, o que a torna um ótimo alimento para o cérebro.

Ela auxilia na melhoria da memória e ajuda a estabilizar as nuances de humor, e além disso tudo, ela ajuda na proteção de neurônios contra a ação de radicais livres.

Com alto teor de vitamina do tipo E, ela previne inflamações e protege os vasos sanguíneos.

4. Avelãs

No Brasil, ela não é tão popularmente conhecida quanto as demais, porém, ela se destaca muito em contribuir diretamente  para o auxílio e melhora dos fatores de risco para as doenças cardíacas, principalmente no combate do colesterol alto.

Contém vitaminas do complexo B e também magnésio, esses nutrientes ajudam a reduzir as inflamações corporais.

O consumo delas é bem variado, inclusive muitos optam por realizar um mix de oleaginosas, o que pode ser um alimento saboroso, prático para o dia a dia e com muitos nutrientes.

5. Chia e Linhaça

Ambos alimentos são muito ricos em fibras solúveis e insolúveis, o que ajuda a prolongar a sensação de sacies, eles auxiliam no bom funcionamento do intestino e retardam com eficácia o processo de digestão.

chia e linhaça devem ser armazenadas de formas parecidas, longe do sol e em recipientes frescos e arejados, pois o calor e a luz solar podem oxidar ambas.

Existem algumas formas de se consumir e se beneficiar de suas vantagens, dentre soluções e derivados delas, que trazem as mesmas vantagens, podemos ressaltar aqui o oleo de chia ou mesmo o de linhaça.

Esses alimentos, mesmo que despercebidos, devem ser adotados por aqueles que desejam melhorar o funcionamento do organismo e prevenir potenciais doenças graves.

E não só os alimentos em seu estado puro, também é possível encontrar derivações que são igualmente nutritivas e benéficas, podemos citar aqui a farinha de chia ou a citada inicialmente, farinha de uva.

No de correr do nosso cotidiano, mesmo com a correria, a preocupação com a saúde é de suma prioridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *