Atendimento médico domiciliar

domiciliar

O atendimento médico hospitalar domiciliar, conhecido também como Home Care vem crescendo nos últimos tempos, principalmente, por conta do envelhecimento da população e a procura por especialidades medica que atenda à domicílio.

Existem diversos tipos de home care que vão dos atendimentos de pessoas que estão desospitalizadas até internação hospitalar. Esse sistema tem crescido muito e para isso é importante conhecer suas diferenças, bem como suas vantagens.

Nesse serviço também é preciso levar em consideração diversos aspectos como o preço consulta medica domiciliar e os equipamentos que os médicos precisam levar para que o atendimento seja feito.

Assim, neste artigo iremos falar sobre diversos detalhes sobre essa modalidade de atendimento médico.

Diferenças entre atendimento e internação domiciliar

Dentro do sistema de home care ainda há grande confusão com essas modalidades.

Quando falamos de atendimento domiciliar, falamos de suporte clínico que não precise de uma estrutura hospitalar completo.

O atendimento domiciliar então é feito para administração de medicamentos e realização de diagnósticos clínicos, ou então consulta médica domiciliar, por exemplo.

Entretanto, as vezes é preciso que o paciente tenha um atendimento multidisciplinar dos profissionais da saúde e o acesso a muitos equipamentos hospitalares.

Então é possível a internação domiciliar. Neste casso, há um acompanhamento constante de uma equipe de profissionais, descrito no Plano de Atendimento Domiciliar (PAD).

A internação domiciliar acontece em decorrência de algumas situações como:

1. Dificuldade de locomoção

Um dos principais motivos pela opção do home care é a dificuldade de locomoção. Assim, o atendimento com médico particular a domicílio permite que haja menor locomoção dos clientes que possuem dificuldades de locomoção.

Muitos pacientes idosos ou acamados possuem dificuldades de serem deslocados para o hospital, desse modo, enfermeiros e cuidadores ajudam na administração de medicação prescrita, mantendo as condições de higiene e avaliação periódica da saúde na rotina do paciente.

O atendimento então a domicílio evita estresse com o transporte até o hospital.

2. Reabilitação pós operatória

A internação domiciliar pode ser uma opção para a recuperação pós operatória em pacientes que precisam de cuidados especiais.

Esses pacientes precisam receber atendimento de diversos profissionais dentro de um plano de atendimento domiciliar, como de:

  • Nutricionistas;
  • Fisioterapeutas;
  • Fonoaudiólogos;
  • Psicólogos

Esses profissionais atuam para que a recuperação dos pacientes que passaram por cirurgias seja rápida e eficiente.

Nessa internação um pequeno quarto de hospital é instalado dentro da casa com alguns equipamentos, locação de monitor multiparâmetros, entre outros.

Equipamentos levados pelo médico domiciliar

Um atendimento domiciliar apesar de muitas vezes passar a ideia de ser feito de forma isolada por um médico, esse atendimento precisa ser baseado em equipe.

São constituídas sempre equipes interdisciplinares para que o paciente possa receber o atendimento correto e adequado. Esse atendimento é feito por médicos, enfermeiros, nutricionistas, farmacêuticos, terapeutas, fisioterapias.

Existem quatro situações que são importantes para o sucesso do atendimento domiciliar que são: registros médicos eletrônicos, reuniões interdisciplinares de equipe, avaliações padronizadas e se possível o uso de comunicações eletrônicas.

Com o uso da tecnologia no serviço de saúde domiciliar, os profissionais conseguem agora solicitar e realizar exames diferentes como raio x panoramico, eletrocardiogramas, ecocardiogramas, ultrassonografias, ou outros para assistência ao paciente.

O médico domiciliar precisa levar alguns equipamentos: alguns para verificar os sinais vitais, suprimentos laboratoriais, materiais para pequenos procedimentos, prontuário digital do paciente.

Sempre é importante que o médico faça a revisão dos prontuários antes da visita, para que os recursos levados sejam necessários.

Listaremos sobre alguns equipamentos que podem ser levados para a consulta médica domiciliar.

1. Equipamentos para os sinais vitais

Os equipamentos que podem ser levados pelo médico para a verificação de sinais vitais como: oxímetro de pulso, aparelhos de pressão arterial com braçadeiras, termômetro digital e balança digital.

2. Exames físicos

Para realização dos exames físicos o médico pode levar em seu kit: estetoscópio, otoscópio recarregável, lanterna clínica, diapasão e martelo de reflexão, máscaras N95, glicosímetro.

3. Procedimentos menores

Os equipamentos para realização de procedimentos menores são: kit de sutura, seringas e agulhas, lubrificantes a base de água, desinfetante para as mãos, luvas de procedimentos, tubos para coleta de sangue e gazes.

Existem outros equipamentos que o médico pode compor sua maleta, porém, sempre deve levar em consideração o paciente que atenderá. Com isso vimos que o home care é um sistema que cada vez mais cresce e vem ganhando médicos e profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *