Aprenda a escolher o melhor colchão para cama hospitalar

Embora seja igual aos colchões convencionais, o colchão para cama hospitalar possui algumas peculiaridades que precisam ser seguidas à risca.

A escolha equivocada do equipamento pode ocasionar a indesejada úlcera por pressão, implicada a partir do uso de um colchão tradicional.

Ou seja, saber escolher o tipo de colchão é uma prática indispensável, principalmente se há enfermos na família do interessado.

Inclusive, muitas empresas oferecem aluguel de cama hospitalar e, neste caso, o ideal é ter conhecimento sobre o assunto, para analisar se elemento possui qualidade ou não.

Os diferentes tipos de cama hospitalar são recursos importantes no tratamento médico, especialmente em ambiente domiciliar, propiciando a recuperação do paciente.

Existe inúmeras variáveis que definem o modelo de colchão e cama hospitalar, incluindo as dimensões, indicação de uso, estado clínico, peso do paciente, idade, dentre outras.

Quando o familiar vai á uma loja de materiais cirúrgicos, normalmente os funcionários indicam o equipamento ideal.

Entretanto, para quem não tem tempo de ir ao local, o ideal é pesquisar na internet mesmo.

Abaixo, aprenda a escolher o melhor colchão para cama hospitalar.

Por que colchão hospitalar?

As camas articuladas, popularmente conhecidas como camas hospitalares ou camas ortopédicas são desenvolvidas justamente para idosos, pessoas com enfermidades avançadas e em fase de recuperação.

Em linhas gerais, o equipamento é usado no hospital, nas salas de UTI, para o repouso de pessoas doentes, ou pode ser usado em casa, normalmente destinado para pacientes em recuperação.

Muitas pessoas pesquisam sobre aluguel de camas hospitalares preço, pois a mesma oferece conforto e segurança para o enfermo.

Além do mais, o colchão presente na cama é capaz de facilitar o trabalho da equipe médica ou do cuidador.

Durante a locação de produtos ortopédicos é possível encontrar modelos funcionais, capazes de prevenir as escaras, causadas em pacientes que ficam muito tempo deitados ou sentados.

O colchão hospitalar pode ser usado em diversas situações, mas com foco no conforto e segurança do acamado.

Cabe destacar que o equipamento também reduz a falta de ar, previne a aspiração de líquidos e secreções, bem como a melhoria da circulação sanguínea nas pernas e pés.

Modelos de camas hospitalares

Existem diferentes modelos de cama hospitalar, que vai definir o tipo de colchão utilizado. Confira:

  • Cama elétrica sem elevação;
  • Cama articulada manual;
  • Cama elétrica com elevação.

As diferenças são poucas, mas na prática elas são percebidas com veemência. No entanto, a principal mudança acontece nas dimensões, material usado e estrutura do colchão.

Cabe destacar que todas as camas têm uma semelhança: ambas podem usar o colchão caixa de ovo, que em esse nome justamente por parecer uma caixa de ovo, com a superfície encaroçada, proporcionando maior conforto ao paciente.

Outras variações possíveis nos modelos mencionados acima envolvem a presença de rodas, rebaixamento, elevação do leito ou se tem grade de proteção. Mas, tudo isso vai depender do departamento de produtos cirúrgicos.

Dimensões

Normalmente, os colchões hospitalares possuem tamanho padrão, de acordo com as medidas da ANVISA. Portanto, a dimensão padronizada é 1,90 m de comprimento e 0,90, de largura.

No entanto, podem existir algumas variações de poucos centímetros, a depender da loja ou fabricante do produto.

Principais ajustes

Para melhorar o conforto do paciente, o recomendado é ajustar algumas medidas da cama.

Geralmente, o trabalho fica por conta do cuidador ou da equipe médica, o que depende do estado do acamado.

A maioria das camas hospitalares permite a feitoria dos ajustes, bem como a adaptação do equipamento, que deve ser feita a partir da rotina do paciente.

Descubra os principais ajustes nas camas hospitalares:

  • Ajuste de altura de grades de proteção laterais;
  • Ajuste de inclinação lateral;
  • Remoção de barreiras laterais;
  • Ajuste de altura do estrado;
  • Ajuste de apoio das panturrilhas;
  • Ajuste de apoio das costas;
  • Ajuste de pés;
  • Extensão da cama;
  • Ajuste de cabeceira;
  • Ajuste de apoio das coxas.

Com os devidos ajustes, o paciente vai sentir muito mais conforto e segurança durante o período em que estiver de repouso.

Além disso, os ajustes podem ser feitos com facilidade, por meio de manivelas ou controle remoto, dependendo da qualidade do material médico.

As camas e colchões hospitalares são equipamentos imprescindíveis na recuperação dos pacientes, tanto no hospital quando no ambiente domiciliar.

O avanço da ciência atrelada à tecnologia possibilita o desenvolvimento de utensílios médicos eficazes e confortáveis, assim como são os colchões hospitalares.

Para contratar qualquer serviço de locação ou compra de cama hospitalar, o ideal é pesquisar e tomar como base todos os conselhos citados neste artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *