Como escolher o melhor tipo de aparelho auditivo?

O aparelho auditivo é um dispositivo que ajuda pessoas com perda auditiva a ter uma melhor percepção de cada som. A utilização em idosos, que vão perdendo a capacidade de audição com o tempo, é uma das mais comuns.

O aparelho também é conhecido por outros nomes como aparelho de surdez e prótese auditiva acústica.

Como escolher o aparelho correto?

Para saber qual o tipo de aparelho mais adequado para cada caso, é preciso se submeter a exames de audição como a audiometria para saber qual seu nível de surdez – a partir de então, define-se o melhor tipo de aparelho.

Há diversos tipos de dispositivos auditivos disponíveis.

A tecnologia tem avançado cada vez mais, permitindo o aprimoramento desses aparelhos e fazendo com que surjam modelos cada vez mais precisos, trazendo diversos benefícios para quem utiliza.

Há várias causas que podem levar um indivíduo à necessidade de usar uma prótese auditiva acústica, como:

  • Células do ouvido danificadas por ouvir músicas muito altas, por exemplo;
  • Tumor no ouvido;
  • Células do ouvido degeneradas devido ao envelhecimento – condição chamada de presbiacusia;
  • Doenças ou traumatismo que levam à modificação das estruturas do ouvido;
  • Sequelas após uma otite crônica;
  • Perda e deficiencia auditiva de maneira generalizada.

Entre os vários modelos para esse tipo de prótese há, por exemplo, o retro e o intra auricular.

O primeiro tipo tem como principal desvantagem ser muito visível, o que pode incomodar muitos usuários desse tipo de aparelho, porém, sua grande vantagem é ajudar em casos de surdez leve até a profunda.

Um tubo transparente se conecta ao molde, uma peça plástica componente do aparelho, que fica dentro do ouvido.

Já o segundo tipo é mais indicado para pessoas com perda de audição moderada a profunda, encaixando-se na cavidade do ouvido de forma precisa.

Ainda há outros modelos que são mais indicados para perdas auditivas mais leves até, no máximo, as moderadas.

Esse é o caso do modelo intra canal, que se encaixa ao conduto auditivo externo e é menos visível.

O trunfo desse tipo de modelo é que, apesar da indicação para perdas mais leves, eles podem ser adaptados até para perdas mais severas, já que têm muitas possibilidades de ajustes.

Já o modelo micro canal, só pode ser usado para as condições leves e moderadas.

É menos visível do que os outros modelos e é necessário puxar um pequeno fio para a remoção do dispositivo. O tamanho pequeno dificulta ajustes, além de influenciar no aumento do preço do aparelho.

O modelo de aparelho de adaptação aberta é uma das versões mais recentes do modelo retroauricular.

É uma das tecnologias mais modernas disponíveis no mercado atualmente e visa diminuir o problema trazido pelo modelo retroauricular, tornando-se, portanto, menos visível.

Todavia, ele só funciona no caso de perdas leves, para aqueles que ainda conseguem ouvir sons de frequências baixas a médias.

Por fim, ainda há o modelo de aparelho auditivo conhecido como aparelho auditivo ric, que é um aparelho que pode medir até menos de um centímetro.

Ele é indicado para perdas leves até as moderadamente severas, porém, dependendo do modelo do receptor, pode ser indicado para perdas severas.

Consulte um médico

Não é recomendado a aquisição de aparelhos auditivos sem antes consultar um especialista, que é quem realmente pode fornecer melhores orientações.

Para além das perdas auditivas, ainda há os casos de zumbido no ouvido, em que pode ser usado aparelho para tirar zumbido do ouvido, após exame e diagnóstico realizado por um profissional qualificado.

O zumbido no ouvido pode estar associado a diversas causas, como problemas neurológicos, psiquiátricos, circulatórios, de mastigação, auditivos, entre outros.

Para fazer esse diagnóstico, é realizado o mesmo procedimento do utilizado para perda auditiva. Inclusive, o problema do zumbido – também conhecido pelos nomes acúfeno e tinido – pode estar relacionado à perda auditiva.

Os aparelhos específicos para esse tipo de problema são muito eficientes para aliviar o zumbido no ouvido de pessoas que sofrem com o acufeno.

O aparelho auditivo phonak preço pode chegar a quatorze mil reais por unidade, a depender do modelo, sendo que o modelo mais barato custa quatro mil e duzentos reais, cada dispositivo.

No entanto, para aqueles que não dispõem de recursos financeiros para arcar com custos de um aparelho, que muitas vezes pode ser necessário, é possível a aquisição pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *