Detalhes dos equipamentos que compõem um laboratório

A pesquisa e o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas é algo fundamental para todo e qualquer país.

Sem esses elementos, não será possível criar soluções para os seus problemas, o que, por sua vez, significa que a qualidade de vida da população continuará a mesma, e os empreendedores não disporão de novas tecnologias para usar em suas empresas.

Para que isso seja possível, é fundamental que os profissionais da área contem com um local que ofereça uma infraestrutura mínima para que eles deem conta de suas tarefas cotidianas.

Em outras palavras, eles dependem da existência de um laboratório que conte com todo o maquinário e itens de segurança necessários para os procedimentos da pesquisa.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira alguns dos equipamentos fundamentais para que um cientista possa aproveitar um laboratório.

  1. Estufa para laboratório

Entre todas as preocupações que envolvem o trabalho em um laboratório, a contaminação é uma das principais.

O motivo por trás disso é que, por mais que um produto químico ou microorganismo seja inócuo sozinho, ele pode causar reações indesejadas quando em contrato com outro reagente. Deste modo, esses episódios devem ser evitados a qualquer custo.

A boa notícia é que há um equipamento projetado especialmente para reduzir os episódios de contaminação nesse ambiente: a estufa para laboratório.

Trata-se de um item que esteriliza os instrumentos colocados em seu interior, matando os microorganismos presentes sobre eles e permitindo que eles sejam usados de modo seguro. Devido a essa função, ela também é usada em locais como:

  • Hospitais;

  • Clínicas;

  • Consultórios odontológicos;

  • Salões de beleza.

Vale ressaltar que, por mais que um laboratório use a estufa, isso não o exime de empregar outros métodos para evitar contaminações, como a higienização de superfícies e o treinamento de pessoal.

  1. Forno para laboratório

Por mais que boa parte das pessoas associe o trabalho em laboratório ao desenvolvimento de medicamentos e de novas maneiras de diagnosticar doenças, há muitos outros tipos de pesquisas que podem ser realizados em seu interior.

Entre elas, está o desenvolvimento de novas peças para máquinas, ou mesmo a realização de pequenas adaptações naquelas que já existem.

Para que isso seja possível, é preciso que o local conte com uma série de equipamentos.

Entre eles, está o forno para laboratório: como a criação de novos componentes exige a manipulação de matérias-primas sob uma certa condição, inclusive de temperatura, ele é de grande ajuda para que esse tipo de pesquisa seja possível.

  1. Máscara de ar

Por mais que todas as precauções sejam tomadas no ambiente de laboratório, acidentes podem acontecer.

Como nesses locais normalmente há a manipulação de químicos nocivos, que podem contaminar o ar, é fundamental que haja equipamentos de segurança que protejam os profissionais em caso de imprevisto.

Uma das melhores maneiras de se fazer isso é contando com uma máscara de ar mandado nas dependências do laboratório.

Ela é importante pois permite que os ocupantes do local respirem normalmente até que consigam deixá-lo, além de ajudar outras pessoas a evacuar o espaço com segurança.

Também é preciso ter em mente que, nesses caso, é importante garantir que a situação não evolua para um incêndio ou explosão.

Assim, é fundamental tomar medidas como garantir que qualquer item que possa servir como combustível para as chamas, como o cilindro de oxigênio industrial, esteja devidamente fechado e seguro.

  1. Chuveiro de emergência

Do mesmo modo, em um ambiente de laboratório pode haver acidentes envolvendo o derramamento de um composto químico sobre um dos pesquisadores que atua em seu interior.

Como o reagente em questão pode ser tóxico, é fundamental que ele seja removido o quanto antes, por questões de segurança.

Mais uma vez, há um item que pode ser usado especialmente com essa finalidade: o chuveiro de emergência.

Por meio de um fluxo controlado de água, ele permite remover os resíduos do químico rapidamente.

Além disso, alguns modelos contam com um lava olhos, ou seja, uma torneira projetada especialmente para remover químicos dessa parte do corpo.

Novamente, o uso desse equipamento não exime o laboratório da tomada de outras medidas de segurança.

Na prática, isso significa que a pessoa que tiver algum químico em qualquer região do corpo não deve se expor a elementos inflamáveis, como um cilindro de gases medicinais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *