Entenda as razões de se fazer manutenção preventiva de equipamentos hospitalares

Independente se um equipamento é utilizado no meio industrial ou na área da saúde, obrigatoriamente se faz necessário a manutenção preventiva desses objetos.

Se um equipamento industrial falha durante processo de confecção de uma peça, inicia-se uma cadeia de eventos que prejudicará a finalização do produto.

Se os Equipamentos médicos falharem, afetará a segurança e a saúde do paciente. Portanto, remediar a situação não é suficiente, é necessário estar atento às manutenções preventivas.

Para assegurar a gerência da manutenção preventiva dos maquinários hospitalares é necessário mão-de-obra humana, capaz de assumir essa função e desempenhá-la da melhor forma possível.

Os responsáveis por esse procedimento são profissionais da engenharia clínica, que confere e elabora conhecimentos de engenharia e de gestão das tecnologias da saúde, com intuito de contribuir para a proteção dos pacientes.

Esse profissional participa também de etapas gerenciais, desde a seleção de equipamentos hospitalares até o Material hospitalar necessário para o bom funcionamento do local.

Ou seja, é imprescindível deixar de verificar tudo constantemente para evitar falhas, pois um dos riscos é alto porque envolve vidas humanas.

Passos básicos para uma manutenção segura

Quando o serviço é de extrema importância, é necessário estar atento à quaisquer falhas que possam acontecer.

Por isso, a manutenção de equipamentos médicos hospitalares deve seguir, um roteiro simples e básico para que estejam preparados a possíveis infortúnios, veja abaixo:

  • Informações gerais do equipamento;
  • Averiguação das peças (substituição e lubrificação);
  • Inspeção do equipamento em seu estado geral;
  • Teste de desempenho da parte elétrica;
  • Definição do setor cujo equipamento pertence;
  • Tempo de vida útil.

Ao implantar uma rotina de manutenção em equipamentos hospitalares permite que tanto os processos quanto às instalações operem de forma efetiva, e o dispositivo, quando verificado de forma correta, tem seu tempo de vida útil estendido.

Além desse roteiro elaborado para prevenção de equipamentos médicos, é necessário ter uma empresa especializada e alocada para Manutenção de aparelhos hospitalares de prontidão para reparo rápido quando um aparelho apresentar defeito.

Funções da equipe responsável pelo maquinário

Os funcionários responsáveis pela verificação e funcionamento dos aparelhos hospitalares, também devem seguir um roteiro para garantir eficácia dos procedimentos e minimizar falhas.

A primeira regra é identificar problemas nos equipamentos médicos, sendo assim, o enfermeiro deve saber distinguir falhas técnicas das humanas.

Quando houver uma falha técnica, se deve resolver o mais rápido possível, evitando danificar ou comprometer todo o sistema e assistência do paciente.

Por último, além da manutenção preventiva de equipamentos hospitalares, é de suma importância que o profissional conscientize a equipe sobre o papel relevante que advém dos cuidados básicos com o equipamento.

São essas orientações que devem explicar o funcionamento dos aparelhos, dos diversos itens utilizados no hospital (produtos de limpeza, desinfecção, transporte, regras gerais de utilização, reposição de insumos, entre outros).

Lembre-se, a gestão do equipamento deve ser planejada pelo serviço de engenharia clínica e efetuada pela equipe de enfermagem, ou seja, uma ação conjunta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *