Idosos: como lidar com a melhor fase da vida?

Com a tendência generalizada de aumento da expectativa de vida, devido aos avanços da medicina e à melhoria das condições de vida, cresce cada vez mais o número de pessoas acima de 60 anos.

Classificadas como idosas, segundo a Organização das Nações Unidas, podendo apresentar sensíveis variações a depender das condições de desenvolvimento de cada país.

Experiência, sensação de dever cumprido e possibilidade de investir em lazer e descanso, levam a terceira idade a ser reconhecida como a melhor fase da vida.

Nessa época da vida, a sensação de contribuição para a sociedade e de dever cumprido, dão margem para a tranquilidade e o descanso.

Os idosos, muitos aposentados, com filhos ou até mesmo netos já crescidos, passam a poder apostar no cuidado com a saúde e em atividades de lazer, como viagens, cursos, atividades artesanais ou em grupo, por exemplo.

No entanto, sabe-se que nessa fase da vida, os cuidados com a saúde devem ser, se não redobrados, triplicados e em muitos casos, os próprios idosos não conseguem realizar tais cuidados sozinhos.

Como muitos já se aposentaram, acabam por ficar reclusos no ambiente residencial, e passam a morar sozinhos, algo muito comum após o falecimento do companheiro ou companheira e o crescimento dos filhos e netos.

Ainda que possuam plena lucidez, acerca das medidas preventivas a serem tomadas para sua própria saúde e qualidade de vida.

As debilidades corporais, em razão da idade avançada, fazem com que quedas, esquecimento dos remédios, dificuldades na hora do banho, da alimentação ou para a realização de outras tarefas cotidianas, ocorram com frequência.

Conheça opções de serviços para os cuidados necessários

Em razão disso, muitas famílias ou até mesmo os próprios idosos, optam pela contratação de um cuidador de idosos ou pela transferência a uma casa de repouso.

O cuidador auxiliará na execução das tarefas diárias, nos cuidados ligados à saúde do idoso e acabará, muito provavelmente, se tornando uma companhia para ele.

Mas, é justamente pela ampliação das possibilidades de convivência que, em muitos casos, se faz a opção pela transferência a uma casa de repouso para idosos.

Tais casas, tratam-se de estabelecimentos que hospedam permanentemente ou recebem diariamente pessoas na melhor idade. Garantem tranquilidades aos hóspedes e aos membros familiares.

Especialmente em caso de necessidade de atendimentos emergenciais. Aqui em São Paulo, há uma vasta gama de opções de clínicas geriátricas, atendendo amplamente ao público.

Você pode encontrar uma casa de repouso no Morumbi, na Vila Olímpia, na região de Santa Cruz: com o aumento da população idosa, estão espalhadas por toda a cidade.

Os valores cobrados nos lares de idosos, devem cobrir:

  • A contratação de médicos, enfermeiros, nutricionistas, cuidadores;
  • Membros da equipe de limpeza, de compras de produtos, de cozinha e de segurança;
  • Gastos com água, gás e luz;
  • Higiene pessoal, medicamentos, alimentação;
  • Manutenção de equipamentos, ambiente e residências.

Assim, para casa de repouso preço médio, varia entre 3 e 6 mil reais por mês. Embora sejam boas opções, como qualquer instituição, devem atender a normas de saúde e segurança.

Entenda como é a infraestrutura de uma casa de repouso

E alguns requisitos devem ser avaliados antes da escolha da clínica geriátrica:

Acessibilidade

É muito importante que o espaço do novo lar, apresente um fácil acesso, permitindo a livre e segura circulação dos hóspedes.

Barras de seguranças, corrimãos, rampas, ausência de desníveis no piso, sinalização clara e visível e acesso para pessoas com mobilidade reduzida são essenciais.

Higiene

As condições de higiene são importantes, não só por garantirem conforto, mas também, por prevenirem doenças.

Assim, a avaliação da limpeza do ambiente e dos utensílios, é um fator que deve influenciar na opção por uma outra casa de repouso, por exemplo.

Segurança

O lar de idosos, deve ser um ambiente seguro em inúmeros aspectos. A manutenção da rede elétrica e hidráulica, deve estar em dia.

Bem como a dedetização na existência de jardins e áreas verdes e a garantia de prevenção a roubos e furtos. O monitoramento por meio de câmeras, é uma boa alternativa a ser adotada.

Valores

Deve-se avaliar quais são os gastos, que estarão inclusos na cobrança da mensalidade, como, por exemplo, atividades e serviços extras.

No caso de casas de repouso para idosos em SP, onde o custo de vida é mais alto e a oferta de clínicas é bastante ampla.

Recomenda-se uma procura mais detalhada e em diferentes regiões, uma vez que a localização também influenciará no preço.

Profissionais

É necessário que todos os profissionais envolvidos: médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas e cuidadores, sejam qualificados para o desempenho das funções.

Além do mais, pode-se levar em consideração também o respeito e a paciência no tratamento com os hóspedes.

Estruturas residenciais

As novas residências dos membros, devem gerar conforto e segurança aos moradores. Iluminação, arejamento, tamanho e estética, podem ser considerados durante o processo de escolha da clínica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *