Itens que são encontrados em laboratórios

Os laboratórios são locais em que diversos exames são realizados, mas, para isso, eles precisam fazer uso de uma série de itens que colaboram com a investigação de patologias.

Os materiais que chegam até os laboratórios podem variar entre amostras de sangue, urina, dentre outros, e para trabalhar com esses materiais, os laboratórios precisam contar com diferentes componentes, que vão desde vidrarias de laboratório até produtos químicos.

Todos eles colaboram para que o laboratório possa descobrir uma série de doenças que acometem os pacientes, como parasitas, doenças sexualmente transmissíveis, diabetes, etc.

Neste artigo, nós vamos falar um pouco sobre alguns materiais que fazem parte do dia a dia dos laboratórios. Confira.

O uso dos vidros nos laboratórios

O vidro é um material que está presente em nossas vidas de diversas maneiras.

Podemos notá-lo na construção de imóveis, em automóveis e é claro que, nos laboratórios, ele não poderia ficar de fora.

Aliás, o vidro é um material insubstituível, e outros materiais, como o plástico, não podem ser utilizados no lugar dele.

O vidro cristal ou temperado, usado nos utensílios de laboratório, permite medidas mais precisas e não reage com a substância contida nele.

Além disso, pode ser submetido a aquecimentos, fator que pode influenciar nas estruturas físicas de outros componentes.

Dentre as vidrarias para laboratório, podemos citar:

  • Balão fundo redondo;
  • Balão volumétrico;
  • Bastão de vidro;
  • Becker;
  • Bureta;
  • Dessecador;
  • Erlenmeyers.

Além desses componentes, diversos outros são utilizados e possuem diversas finalidades.

Mas, além dos vidros, os laboratórios também precisam contar com diversos equipamentos, como no caso dos microscópios.

Esses instrumento auxilia na visualização de diversos materiais enviados aos laboratórios, colaborando para o diagnóstico de doenças e compreensão abrangente do corpo humano.

Existem diversos tipos e o mais utilizado atualmente é o microscópio óptico, ele faz uso de diversas lentes que ampliam a imagem por meio de um feixe de luz.

Os componentes principais de um microscópio são:

  • Sistema de oculares;
  • Lentes objetivas;
  • Revólver;
  • Platina;
  • Diafragma;
  • Condensador;
  • Botão macrométrico.

Mas para usar esse equipamento, é necessário fazer uso de um item também feito de vidro apropriado.

Conhecido como lâmina de vidro para microscópio, trata-se de uma peça retangular e transparente que é utilizada como suporte onde é colocada a amostra a ser analisada.

Essa lâmina permite uma visualização precisa de minúsculas partículas constantes em pequenas amostras de materiais.

Existem tipos diferentes de lâminas e geralmente ela possui 26×76 mm com uma espessura média de 1,00 a 1,2 mm.

Suas características permitem a integridade da amostra, inserção e remoção do material para análise, o que simplifica a observação.

Geralmente, a lâmina é utilizada juntamente com a lamínula, que pode ser lapidada ou não lapidada, com borda lisa ou borda fosca.

As lamínulas, por sua vez, são aplicadas para situações específicas, como:

  • Hematologia;
  • Histologia;
  • Microbiologia;
  • Urinálise;
  • Parasitologia.

Mas,além dos usos de lâminas e lamínulas, as clínicas especializadas também fazem uso de outros produtos para laboratorio. No próximo tópico, falaremos sobre alguns deles. Acompanhe.

Materiais usados em laboratórios

Além dos dois materiais citados anteriormente, existem diversos outros que são utilizados em laboratórios.

Podemos citar, por exemplo, os tubos para coleta de sangue como um dos principais produtos laboratoriais.

Pelo fato de os laboratórios exigirem cada vez mais praticidade e precisão da coleta de materiais, atualmente existem os tubos de coleta de sangue a vácuo, que são mais confiáveis e garantem a biossegurança do material sanguíneo.

Para aqueles laboratórios que priorizam essas características, o tubo a vácuo é a melhor opção para a coleta de sangue mais rápida e segura.

E para analisar diversos tipos de amostras que chegam aos laboratórios diariamente, eles precisam fazer uso de reagentes para laboratório.

Esses reagentes são utilizados com o intuito de provocar uma reação química durante a preparação de amostras e análises.

Mas para fazer uso deles, é necessário ter uma série de cuidados, principalmente com aqueles que podem esboçar reações inflamáveis.

Os laboratórios contam hoje com uma evolução tecnológica que tem ajudado a definir diagnósticos mais precisos e também a evoluir as pesquisas realizadas nesses ambientes.

Por meio do uso de equipamentos, materiais e produtos adequados, os laboratórios se tornam a cada dia mais imprescindíveis na identificação de diversas patologias, garantindo mais saúde e qualidade de vida aos pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *