Pilates e massagens para gestantes

Exercícios físicos, como o pilates, são importantes para diferentes tipos de pessoas e por diversos motivos. Desde resistência muscular até mesmo para manter o corpo em equilíbrio.

Mas o exercício físico não existe apenas para homens e mulheres que estão em condições estruturais, é também indicado para quem possui algum tipo de deficiência ou deficit muscular.

Um grupo de pessoas que precisa estar atento à prática de exercícios são as mulheres gestantes.

Isso porque, estão em um estágio da vida onde o corpo está passando por uma série de transformações e, para que não haja desequilibro, é necessário a feitura de atividades físicas.

Um dos principais tipos de exercícios para gestantes que vem chamando a atenção nos últimos tempos é o pilates, além disso, os diversos tipos de massagens para gestantes vêm ganhando espaço também na espera do bebê.

Nesse artigo falaremos sobre cada uma dessas modalidades, para que toda mulher gestante esteja mais informada.

Pilates para gestantes

Assim como um enxoval de bebê personalizado precisa de tempo para ser feito, e demanda interesse e comprometimento, um exercício físico também.

Não é atoa que os instrutores físicos indicam a todas as mulheres a prática do exercício até mesmo antes da gravidez.

Mas há outra atividade que vem ajudando muito gestantes a entrarem no ritmo, a aula de pilates que colabora com:

  • Prevenção de diabetes gestacional;
  • Incontinência urinária;
  • Diminuição da taxa de colesterol;
  • Manutenção do peso;
  • Prevenção da depressão pós-parto.

Para a gestante que procurou o pilates agora, deve atentar-se para o tempo de gestação que está.

Isso porque, a gravidez é dividida em 3 trimestres e o instrutor do exercício de pilates deve recomendar os exercícios de acordo com as fases que a gestante está, assim, é de fundamental importância a conversa com o instrutor.

Mas antes de qualquer tipo de exercício físico, é necessário que a gestante seja atendida por um médico em uma clínica ginecológica para averiguar suas condições.

Se a grávida for sedentária, é mais difícil que recomende exercícios, sendo necessário uma reeducação alimentar primeiramente.

Razões para a prática do pilates na gravidez

Tendo autorização médica e seguindo todas as recomendações, a prática do pilates só tem a acrescentar durante a gravidez. Algumas razões para a prática do exercício nessas condições:

  • Ajuda a futura mãe a manter a postura, pois o pilates trabalha e fortalece o cinturão abdominal;
  • Ajuda na redução de dores pelo corpo;
  • Melhora o sono;
  • Ajuda na recuperação do parto.

A prática do pilates após a gravidez também é importante para manter o corpo em dia, possibilitando a perda de peso e uma vida mais saudável.

Massagem para grávidas

Além dos exercícios de pilates, outra modalidade que atrai o sucesso entre as futuras mamães são as massagens. Geralmente, são altamente indicadas por não causar riscos a gestante ou ao bebê.

Os médicos permitem as massagens a partir do segundo trimestre da gravidez, entretanto, é necessário consultá-lo sempre antes de começá-las.

Isso porque, há gestantes com gravidez de risco e que podem apresentar perda de sangue ou então de líquido amniótico, tendo, dessa maneira, algumas restrições.

Existem diferentes tipos de massagens para grávidas, confira as principais abaixo.

1. Massagem relaxante

Esse tipo de massagem tem como objetivo o relaxamento dos músculos. De modo geral, é indicada para ser feita em cadeiras específicas, principalmente se a gravidez já estiver em sua terceira etapa (entre os 6 e 9 meses de gestação).

O massagista precisa possuir uma destreza para não apertar a barriga, de modo a não pressionar os pontos de tensão que estão sensíveis.

2. Drenagem linfática

A drenagem linfática é um tipo de massagem que tem como objetivo a diminuição do inchaço e da retenção de líquidos.

Os movimentos são movimentos de empurrão, onde os líquidos são encaminhados em direção à virilha. É indicado que não seja feita no abdômen.

Além desses dois tipos de massagem podemos citar também como: massagem pélvica e massagem oriental shiatsu.

Todos esses tipos de massagens e exercícios são importantíssimos para a grávida durante e depois da gestação, pois mostra que esse período não deve se restringir apenas as preocupações com enxoval, saquinho de maternidade, fraldas, etc.

Mas, também, ao cuidado com o corpo que a ajudará ser uma mãe mais saudável, com corpo e mente em harmonia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *