Saúde bucal: ir ao dentista é fundamental!

Saúde

Muitas pessoas podem até ter medo, mas sabem a importância e necessidade de se ir ao dentista. Esse profissional é responsável pela saúde bucal, com o cuidado dos dentes, gengiva, língua, lábios e outros órgãos que compõem o sistema.

Muitas pessoas, ao longo da vida, podem desenvolver doenças bucais, sendo as mais comuns:

  • Cáries;
  • Gengivite;
  • Halitose;
  • Placa Bacteriana;
  • Perda de dentes;
  • Câncer de boca;
  • Amarelação dentária.

Além disso, existem dentistas que se especializam na harmonização dos dentes, por meio do uso de aparelho ortondôntico, que proporciona um alinhamento tanto dos dentes como melhora a mordida do paciente.

Para quem deseja ter uma saúde bucal em dia, deve procurar o dentista de modo preventivo e não somente quando algum problema aparece.

Assim, o paciente consegue evitar dores na boca, dores de cabeça, surgimento de aftas, infecções e outros problemas que podem aparecer.

Por isso, nesse artigo, vamos trazer dicas importantes sobre a ida a este especialista.

A ida ao odontologista pode fazer toda a diferença para saúde

Como citamos no inicio desse artigo, diversos problemas bucais podem surgir devido a escovação dentária de modo inadequado e até mesmo, falta de higienização da boca. Por isso, ir ao dentista contribui para evitar problemas como surgimento de placa, tártaro e cáries.

Um procedimento realizado pelo dentista e que deve ser feito, pelo menos, a cada seis meses é a limpeza bucal. Essa limpeza é fundamental, pois evita o acúmulo de tártaro, sujeira e resto de comida nos dentes, limpando em pontos, que muitas vezes, a escova não passa.

O acúmulo de comida, até mesmo em uma infiltração dentária, pode ocasionar vários problemas, como o surgimento de cárie, remoção do dente e tratamento com canal. Por isso, o procedimento de limpeza é indicado, feito de forma rápida e por um custo-benefício excelente ao paciente.

Além dos cuidados e higienização bucal, existem pessoas que já nascem com alguns problemas genéticos relacionados à mordida e dentição.

Nesse caso, o uso de um aparelho ortodôntico pode ajudar na melhora dessa mordida, redução de dores de cabeça e outros problemas que podem surgir.

Além disso, o dentista pode solicitar um raio-x bucal e outros exames para verificar problemas estomacais (que podem causar mau hálito), além de um histórico de saúde e familiar do paciente para verificar a tendência a doenças genéticas ou uso de medicamentos.

Aparelhos importantes para o consultório

Agora, para você que é dentista e está lendo esse artigo, ou para quem deseja conhecer mais sobre como montar um consultório odontológico, nesse artigo, vamos falar sobre equipamentos que não podem faltar.

O primeiro é a cadeira odontologica, que deve ser bastante versátil e resistente, até para trazer conforto ao paciente e ao especialista. Essas cadeiras podem ser vendidas de modo avulso ou com outros equipamentos acoplados.

Principalmente, para os dentistas que trabalham mais voltados a pediatria, é importante lembrar que muitas crianças apresentam um certo medo ou receio de ir ao dentista e por isso, tornar o consultório mais receptivo pode ser uma excelente opção.

Uma dica é fazer a utilização de um espelho em formato de dente. O espelho auxilia o dentista a visualizar os dentes, pois possui uma lente mais aumentada. Além disso, isso pode ajudar a distrair as crianças e personalizar o seu consultório.

Agora vamos falar do que a maioria das pessoas tem medo: dos alicates. E o dentista possui vários, com determinadas especificidades. O alicate de dentista preço variará a depender do seu modelo e tamanho.

Por exemplo, existem alicates para remoção de arames ou seu dobramento, outros específicos para instalação e remoção de aparelho ortodôntico, outros indicados para procedimentos que envolvem a gengiva, trazendo mais comodidade ao paciente durante a realização do atendimento.

Um dos alicates ortodônticos, que está relacionado à instalação e remoção de aparelho, quebra de bracktes ou corte de fios é o alicate ortodôntico 139.

Esse é um dos modelos mais comuns disponíveis no mercado para dentistas e pode ser utilizado em vários procedimentos tanto de dobra como de alça em fios.

Além disso, esse alicate possui uma ponta afiada e atua em equipamentos em formato regular. Vale ressaltar que esses materiais são feitos a partir de orientação e normas técnicas de segurança, para ser manuseado de forma profissional, sem colocar em risco o paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *