Vantagens do aparelho estético autoligado

A odontologia estética já foi algo para poucos. Há algumas décadas, todas as peças usadas nos tratamentos era importada, o que se traduzia em custos muito altos.

Assim, apenas pessoas com uma excelente condição financeira podiam passar por este tipo de tratamento.

Contudo, nos últimos anos, o cenário mudou. Com peças fabricadas em território nacional, bem como o surgimento de clínicas com formas de pagamento mais flexíveis, cada vez mais pessoas se submetem a tratamentos como o uso do aparelho ortodôntico.

Por mais que praticamente todas fiquem satisfeitas com o resultado, ele pode levar meses – ou anos – para ser notado.

Neste meio tempo, elas precisam lidar com o aparelho na boca, que causa dor, acumula comida e prejudica o sorriso.

Felizmente, a odontologia já desenvolveu uma solução para driblar este lado negativo do tratamento: o aparelho autoligado estético. Aprenda mais a respeito dele a seguir:

O que é uma aparelho autoligado estético?

Em um aparelho tradicional, há um fio, que percorre toda a arcada dentária. Ele, por sua vez, fica preso a ela por meio de peças, chamadas bráquetes, e por meio de elásticos.

Periodicamente, o paciente visita o dentista para substituir as borrachas, que ficam frouxas ao longo do tempo, e dar seguimento ao tratamento.

O problema é que, além de comprometer a estética, recentemente descobriu-se que as borrachas criam atrito entre os dentes, prejudicando a sua movimentação.

Assim, começaram as pesquisas que deram origem ao aparelho autoligado: nele, ao invés de borrachas, o fio fica preso diretamente ao bráquete, por meio de um sistema de clique ou de encaixe.

Apesar da diferença, ele pode ser usado para tratar os mesmos problemas que o aparelho tradicional, tais como:

  • Problemas de mordida (como a mordida cruzada);
  • Arcada muito fechada e sem espaço para os dentes;
  • Diastemas;
  • Dificuldades de deglutição;
  • Dentes tortos;
  • Dores causadas pela má posição dos dentes.

Assim, a tendência é que ele seja cada vez mais usado pela odontologia estética e funcional.

Quais são as vantagens deste aparelho?

Como é de se imaginar, esta opção de tratamento tem muitos benefícios em comparação à sua versão tradicional. Confira quais são elas a seguir:

Menos atrito entre os dentes

A ausência das borrachas faz com que a versão autoligada do aparelho minimize o atrito entre os dentes.

Isto, por sua vez, traz uma série de benefícios, como a redução de danos aos tecidos anexos à dentição, como a gengiva.

Ele é mais discreto

Muitas pessoas, principalmente as mais velhas, têm optado pelo aparelho autoligado transparente.

Isto porque, como o próprio nome diz, os bráquetes são transparentes, e, consequentemente, mais discretos.

Assim, a peça não prejudica a estética do sorriso enquanto faz o trabalho de alinhar a dentição.

As manutenções são mais espaçadas

Quem já usou aparelhos tradicionais sabe que, geralmente, é preciso visitar o dentista ao menos uma vez por mês.

Nessa consulta, além de verificar o andamento do tratamento, ele realiza a higienização e substitui as borrachas dos bráquetes.

Como elas não estão presentes nos autoligados, as manutenções podem ser mais espaçadas.

Dependendo do caso e das necessidades do paciente, elas podem ter até mesmo oito ou 12 semanas de intervalo.

O tratamento é mais curto

Como o aparelho autoligado transparente reduz significativamente o atrito entre os dentes durante o tratamento, ele é mais eficiente em movê-los.

Isso significa que o período de uso pode ser até 25% mais curto em comparação ao aparelho tradicional.

É uma opção mais higiênica

Quem já passou algum tempo com um aparelho tradicional na boca sabe que a hora da refeição pode ser um verdadeiro pesadelo.

Além de alimentos muito duros poderem quebrar as peças, alguns aderem a elas, sendo necessária uma escovação imediata para removê-las. Além disso, é mais difícil passar o fio dental, o que prejudica a higienização.

Já a versão autoligada, por ter um desenho diferente, acumula muito menos comida, e, consequentemente, reduz as chances de cáries e placas bacterianas.

Do mesmo modo, sua resistência evita que ele se quebre, mesmo quando ingere-se alimentos duros. Consequentemente, o paciente tem mais liberdade para se alimentar como quiser.

Reduz as chances de extração de dentes

Estudos mostram que, além de reduzir o atrito, o aparelho autoligado é muito mais potente que o tradicional na hora de abrir a arcada do paciente.

Deste modo, pessoas com dentes que nasceram no lugar errado não precisam, necessariamente, extraí-los: a arcada mais ampla permite que eles sejam colocados de volta no lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *